InGen Technologies

Ser Deus é o mesmo que brincar de cientista em ter um laboratório de alta tecnologia, com muito investimento e pouca ética.

O Embrião

O Dr. John Parker Hammond tinha um sonho impossível e muito polêmico: clonar os animais e as plantas pré-históricos extintos e os trazerem de volta a vida ao misturar genes dos animais e plantas atuais.

Juntamente com o Dr. Sorkin e o Dr. Wu, a equipe de pesquisa perfeita foi formada, planos foram traçados e assim nasceu a Hammond Foundation.

John Hammond (Richard Attenborough).

Nos anos 80, eles conseguiram fazer o impossível, realizar o sonho do fundador ao clonar os primeiros dinossauros em laboratório. A equipe extraiu os genes de um mosquito pré-histórico preservado em âmbar para realizar o feito.

Extração dos genes do mosquito preservado em âmbar.

Com diversos investidores, principalmente asiáticos e pouco interessados na ética dentro da genética, foi fundada a International Genetic Technologies, Inc, mais conhecida como InGen, iniciando uma nova era da bioengenharia.

“Nós fazemos o seu futuro.

Todos âmbares com animais preservados foram adquiridos pela companhia e o mapeamento com diferentes DNAs pré-históricos foi feito. A diversidade de possíveis criaturas recriadas havia expandido o catálogo, aumentando o trabalho em laboratório e montando um portfólio considerável.

O matemático Ian Malcom (Jeff Goldblum), o visionário John Hammond, a paleobotanista  Ellie Sattle (Laura Dern), o paleontólogo Alan Grant (Sam Neill), o cientista Dr. Wu (BD Wong) durante o nascimento de um dinossauro.

Nascimento no Vale do Silício

A primeira sede se localizava em Palo Alto, na Califórnia. Foi o lugar onde a pesquisa inicial ocorreu. Nos estudos e testes iniciais nos laboratórios, foi confirmado que o desenvolvimento dos dinossauros só daria se fosse feito em regiões tropicais.

Mais tarde, a sede seria transferida, em sua maior parte, para a Ilha Sorna, no Caribe. Os dinossauros recém-nascidos cresciam e eram alimentados nesta ilha, para assim serem transportados para a vizinha, a Ilha Nublar, local do Jurassic Park.

Leia também! Jurassic Park

Sede em Palo Alto, Califórnia.
O helicóptero era o principal transporte entre as ilhas e o continente.

Problemas Existenciais e Reestruturação

Após o fechamento repentino do Jurassic Park antes da inauguração devido a fatalidades envolvendo diversos funcionários (o Incidente de 1993), a corporação sofreu muito financeiramente, conseguindo apenas sobreviver à crise.

Letreiro no parque anos depois do incidente.

A maior parte dos investidores se manteve, mais pela inovação e curiosidade, do que retorno financeiro. As criações genéticas eram propriedades valiosas da empresa e não poderiam ser descartadas. O apoio estava garantido e novas pesquisas puderam ser planejadas, sem que houvessem fatalidades.

Banco de dados sobre os dinossauros patenteados.

A equipe de pesquisa foi mantida e seguiu em frente. Uma nova planta foi criada, a Flor Wu. Ela atraiu muita atenção midiática internacional e novos investimentos chegaram, cobrindo os prejuízos anteriores.

Left Behind

O Caribe é uma região com fortes e constantes tempestades em determinadas épocas do ano. Há muita atenção por parte da população, prevenção contra acidentes e manutenção quando ocorrem as temporadas de furacões.

Em 1994, o furacão Clarissa destruiu grande parte das instalações da Ilha Sorna, matando grande parte dos dinossauros que ali habitavam. Os prédios que restaram, viraram ruínas de concreto e aço.

 

Sede corporativa em ruínas.
Fotos históricas das instalações abandonadas.

Sem ninguém para reconstruir ou fazer a manutenção, a natureza tomou conta de vez das ruínas e as transformaram em habitats perfeitos para os dinossauros montarem seus ninhos.

O local aonde ficava a sede corporativa e aonde eram armazenado os embriões, se transformou em um território hostil, terra dos velociraptores.

Velociraptor em frente do prédio aonde eram armazenados os embriões.

Desmotivado e pessimista, o visionário desanimou com o desastre do parque, sonho havia morreu. John Hammond mudou sua perspectiva e converteu-se em seu maior crítico. Adotou uma agenda ambientalista, se opôs a qualquer tentativa de reclonagem e recriação de um novo parque.

Temporada de Caça

A Ilha Sorna foi duramente afetada pela tempestade. A sede caribenha jamais foi esquecida pela InGen e voltaria aparecer em novos planos da empresa.

A ilha foi convertida em um paraíso para os maiores caçadores de animais selvagens e exóticos do mundo. Todo o material, transporte, equipamentos e veículos seriam fornecidos pela empresa.

Caçadores de dinossauros.

Como os dinossauros foram patenteados pela corporação, eles eram suas propriedades. Os dinossauros seriam capturados e estudados em seus habitats naturais.

A temporada de caça foi restrita a convidados e apoiada pelas autoridades locais. Isso ocasionou fortes críticas de ambientalistas do Greenpeace e as ações da empresa subiram.

Renascimento de uma Ideia

A ideia em caçar os dinossauros foi do novo CEO da empresa, após os acionistas pedirem o afastamento do fundador. Peter Ludlow foi quem assumiu o cargo e autorizou a captura legal aos monstros pré-históricos para seu novo empreendimento.

“Considerando que o CEO tenha se envolvido em práticas ineficazes e negligentes para promover suas próprias crenças pessoais ambientais. Essas práticas têm afetado o desempenho financeiro da empresa por sofrer perdas significativas. Os acionistas estão sendo, significativamente prejudicados devido essas perdas. Desse modo, John Parker Hammond deve ser removido do cargo de Diretor Presidente, imediatamente”.

John Hammond (esquerda) criticando a companhia publicamente e Peter Ludlow (Arliss Howard) (direita) em uma reunião com os acionistas.

Uma Nova Tentativa

O novo projeto do Ludlow consistia em construir um novo Jurassic Park em San Diego, na Califórnia. As instalações não seriam como no primeiro, o tamanho seria consideravelmente menor e haveria um anfiteatro no lugar de um zoológico.

Planos traçados!

Apesar do entusiasmo do mercado financeiro e parte da população de San Diego, a captura dos dinossauros e o transporte dos bichos para o continente foram duramente criticados pelos sobreviventes do primeiro parque.

O matemático Ian Malcolm foi um deles. Ele era foi um dos consultores no empreendimento anterior. Quando lançou o seu livro suas experiências no parque, foi desacreditado publicamente pela empresa e sem o apoio da mídia, virou uma piada e caiu no esquecimento. A companhia também o processou por danos morais e quebra de contratos.

O livro Deus Criou os Dinossauros por Ian Malcolm.

Para variar, o projeto californiano foi também um desastre tanto para a empresa quanto para a cidade. As perdas foram significativas para ambos, causando fatalidades e muita destruição.

Peter Ludlow, o novo CEO da empresa, foi atacado e morto por uma família de tiranossauros rex na tentativa em recapturar um filhote. Este filhote foi capturado por Ian Malcolm e colocado no navio para atrair a mãe que havia fugido para a cidade. Ambos dinossauros foram confinados e tranportados de volta para as ilhas.

Os governos dos Estados Unidos e da Costa Rica interviram e transformaram a Ilha Nublar e Ilha Sorna em reservas naturais e lugares restritos ao público. Essa medida agradou muitos os ambientalistas e as famílias das vítimas.

Abandonado, mas jamais esquecido.

Renascimento

Em 1998,  o fundador John Hammond faleceu. Sua a companhia foi comprada pela corporação Masrani Global. A InGen foi fragmentada em dois setores: um criativo, a InGen Technologies, voltada para as pesquisas genéticas e o outro operacional, a InGen Security, com o foco em segurança e prevenção.

Homenagem ao visionário e fundador do Parque dos Dinossauros.

Simon Masrani tinha um sonho parecido e compartilhado com Hammond. Era seu fiel seguidor e faria de tudo para que este sonho praticamente extinto do seu ídolo se realizasse da melhor maneira e de forma bem sucedida.

Leia também! Jurassic World

A Nova InGen Technologies

O Dr. Wu foi providencial para essa aquisição. Ficou ao lado do novo chefe, foi para líder de projetos da nova InGen Technologies e obteve carta branca para sua liberdade criativa.

O Simon Masrani (Irrfan Khan), CEO da Masrani Global e o Dr. Wu.

San Diego também não foi esquecida, foi lá que a nova sede do braço científico foi construída. Como forma de se retratar com a cidade, a construção gerou empregos ao locais e aumento do fluxo de dinheiro.

Novos laboratórios.

InGen Security

A InGen Security surgiu de dentro do segmento científico, mas ao investir em robótica e armamentos, a separação foi necessária.

A produção de drones para vigilância e mapeamento de calor e por satélite mudou o direcionamento da empresa e a colocou no mercado da guerra.

Quando a subsidiária foi chefiada por Vic Hoskins, a empresa evoluiu, se tornou uma organização multinacional na vanguarda dos serviços de segurança e de contingência em todo mundo durante uma década.

Seus principais serviços incluem modificações em veículos e treinamento militar. Também conta com um exército de mercenários particular preparado para enfrentar monstros pré-históricos.

“Tornar-se parte da equipe da InGen Security é algo inspirador. Treinamos cadetes do nível mais inferior e os transformamos em militares totalmente certificados que poderão lidar em qualquer situações de combate.” Hugh Winchester, diretor da Divisão de Formação da InGen Security

Serviços oferecidos pela InGen Security.
Treinamentos de assalto com veículos paramilitares.
Veículo paramilitar modificado.

O Jurassic Park foi reconstruído, remodelado e renomeado para Jurassic World, se tornou um sucesso e sem nenhum incidente por uma década até a InGen começar a inventar dinossauros mais agressivos.

A subsidiária de segurança era responsável pela proteção das instalações, dos funcionários e dos visitantes. Sua presença era forte na parque e entendia que os dinossauros não eram apenas entretenimento.

Indústria Bélica

A InGen investiu muito em genética e segurança, o próximo passo seria criar as armas geneticamente modificadas perfeitas para substituir humanos em batalha. Sendo assim, velociraptores treinados e obedientes a tratadores com experiência militar foram sugeridos como ferramentas de rastreamento e ataque de inimigos de maneiras mais furtivas e acessíveis que os drones mecânicos.

Arte conceitual de uma raptor militar desenhada por Lee Fitzgerald.
Visão noturna de um velociraptor durante o teste de campo.

O Mundo Perdido

Após anos do parque funcionando normalmente e de maneira bem sucedida, houveram contratempos e novos incidentes.

Quando Simon Masrani morreu em uma acidente de helicóptero cometido por um dinossauro modificado para ser um psicopata, o Vic Horskens e a InGen Security assumiram o controle do parque temporariamente.

Vic Hoskins (Vincent D’Onofrio) no centro.
Hoskins assumiu o controle da situação.

O monstro homicida estava causando confusão por toda a ilha, destruindo instalações, matando pessoas e outros animais foi registrado como Indominus Rex.

Ficha técnica do Indominus Rex.

Hoskins colocou em prática sua ideia maluca e idiota de usar velociraptores para caçar o Indominus Rex. Novamente, o plano não deu certo, ele foi morto por um velociraptor que havia se rebelado. O monstro modificado também foi morto. A ilha teve que ser evacuada.

Mas conceito de usar um dinossauro para fins militares se manteve e já havia sido circulada no mercado. Muitas empresas e governos estiveram interessados na ideia, mas era preciso novos investimentos e novos testes.

Pós-Parque dos Dinossauros

O parque foi conquistado novamente pela vida selvagem e voltou a ser restrito ao público geral. Apenas a militares e pessoas autorizadas poderiam entrar nas ilhas. A situação foi um deja vú do primeiro parque.

Benjamin Lockwwood foi rival de longa data do John Hammond até sua morte. Apesar da rivalidade, eles sempre se respeitaram e nunca foram inimigos, eram até certo ponto parceiros geneticistas, visionários e vanguardistas nas suas áreas de atuação.

Benjamin Lockwood (James Cromwell).

Saudosista, ele propõe salvar os dinossauros de um desastre natural eminente na ilha e leva-los para um novo santuário. Eli Mills, o sucessor dos espólios de Lockwood não só apoiava o projeto, como contratou o Dr. Wu para reciclar o seu projeto de dinossauro de guerra. Era preciso redesenha-lo e melhora-lo.

Resgate e captura dos últimos dinossauros.

A proposta foi reutilizar o DNA do Indominus Rex, modifica-lo e treina-lo desde filhote. Uma equipe de resgate encontrou uma parte dos ossos da criatura com material genético intacto, o suficiente para extrair de sua medula óssea os componentes necessários.

O projeto nomeado Indoraptor seria chefiado pelo Dr. Wu, líder de projetos da InGen Technologies. Ele consistia em modificar um velociraptor geneticamente com o DNA extraído do Indominus Rex.

Dr. Wu no laboratório da Lockwood.

Essa nova criatura seria treinada e controlada por sinais visuais e sonoros específicos para atacar seus oponentes. A iniciativa deveria ser mantida em segredo, pois o santuário era uma mentira e devido o alto custo, os dinossauros resgatados seriam leiloados após a morte do velho.

Eli Mills (Rafe Spall) analisando o projeto do Indoraptor.O leilão era composto por magnatas russos, sheiks árabes e muitas empresas da indústria farmacêutica interessadas nos códigos genéticos criados pela InGen. O protótipo do Indoraptor foi apresentado no leilão, mas as coisas não costuma dar certo perto desses monstros e novamente, houve mais uma catástrofe.

Como consequência, os dinossauros fugiram e se espalharam pelo mundo afora.

Marketing

Com o objetivo de promover o filme Jurassic World, a Universal colocou contêiners de contenção danificados da InGen com as réplicas de velociraptores em tamanho real em lugares de grande circulação pela Europa.

Ação promocional para o novo filme na Estação de Trem Waterloo.

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar