Brawndo, the Thirst Mutilator

O mundo está morrendo, as pessoas estão doentes e América precisa ser grande novamente. A solução deve ser consumir mais eletrólitos!

Brawndo, the Thirst Mutilator

Brawndo, the Thirst Mutilator foi uma bebida energética fictícia criada e apresentada no filme Idiocracia. Ela era a representação das marcas reais Mountain Dew, Gatorade, Red Bull e tantas outras em uma distopia norte-americana.

Todas essas bebidas contêm um ingrediente comum e bastante popular entre o jovens: os minerais eletrólitos.

Essas marcas estão presentes nas principais competições esportivas, sempre são anunciadas como um fator externo para a melhora do desempenho dos atletas que competem.

Esses mesmos atletas costumam se hidratar antes, durante e depois das partidas com essas bebidas.

Eletrólitos!

Idiocracia

O diretor e roteirista Mike Judge estava precisando cumprir o seu contrato com a 20th Century Fox e estava muito pessimista quanto ao rumo que sociedade norte-americana estava caminhando. Puto com tudo e todos, inclusive com a produtora, lançou esse filme.

O filme que se passa no ano de 2505, na qual, a América se transformou em uma nação da estupidez e colocou a idiotice no poder. O mundo mudou muito desde o século XXI e tudo aquilo que representa o estereótipo liberal norte-americano se tornou o alicerce dessa nova sociedade.

Apesar da crítica positiva, a Fox praticamente engavetou o filme por ser um dos alvos do diretor e ele acabou sendo um fracasso nas bilheterias. Pouco adiantou, o filme se tornou um clássico e nos tempos atuais, ele é bastante citado quando as eleições estão chegando.

Como zuar seu chefe com estilo! A Fox News aparece no filme.

Distopia Norte-Americana

Na trama do filme, um mané do século XXI chamado Joe Bauer é selecionado para um experimento e colocado em animação suspensa até acordar 500 anos no futuro, em uma sociedade distópica. Ele acordou por causa de um desabamento de uma montanha de lixo quebrou sua câmara de suspensão em que ele dormia.

Joe Bauer (Luke Wilson), recém-acordado em 2505.

Leia também! Buy N Large

As pessoas tinham a permissão de portar armas de fogo de alto calibre, beber refrigerante em fontes públicas, fazer dietas somente com comidas de fast food, consumir pornografia sem vergonha e fumar a vontade sem incomodar ninguém.

Xingamentos e gestos obscenos eram permitidos e se tornaram vocabulários oficiais da humanidade.

Coisas consideradas prejudiciais a saúde e ao meio ambiente, assim como vergonhosas publicamente, se tornaram “legais”.

As marcas e estabelecimentos comerciais contribuíram e se adaptaram a essa nova realidade, mas centenárias símbolos do capitalismo norte-americano souberam se reinventar.

O café Starbucks do futuro distópico se chama St<a>r8bucks.
A hambugueria Fuddruckers do futuro distópico se chama Buttfuckers.

O Lobby Coporativo na Política

A corporação Brawndo se transformou na empresa mais lucrativa do mundo e conseguiu convencer o governo a substituir toda água filtrada das irrigações das plantações por todo país pelas suas bebidas verde fluorescentes com eletrólitos.

Bebida na latinha.

Plantas precisam de eletrólitos, porque todo mundo anseia por eletrólitos!”  – slogan –

As plantas precisam de eletrólitos!

O governo extremamente liberal, aprovou e vendeu os principais orgãos de fiscalização e regulamentação da saúde e do meio ambiente para a iniciativa privada.

A FDA, responsável pela proteção e promoção da saúde pública; a FCC, órgão regulador da área de telecomunicações e o USDA, o Departamento de Agricultura, foram comprados pela Brawndo.

Sede corporativa da empresa, antes e depois, do governo leiloar os seus departamentos de saúde e meio ambiente.

Logo, foi imposto um novo guia para a alimentação “saudável”. As principais e mais lucrativas empresas dos segmentos de consumo de drogas, prostituição e colesterol foram as responsável por essa indicação.

Novas recomendações de alimentação no dia-a-dia.

Leia também! Mirando Corporation

O marketing dessas empresas era muito agressivo e havia muita desinformação divulgada em seus estudos. A água filtrada foi substituída pelo energético, foi esquecida e começou a usada apenas nos banheiros para dar descarga nas privadas.

A bebida energética contendo eletrólitos dominou a vida das pessoas completamente. Foi colocada para alimentar crianças que estivessem amamentando ao gado da indústria pecuária.

Crianças também precisam de eletrólitos para crescer! 
Alimentos, pecuária e plantações também precisam de eletrólitos.

Políticas de Estado

Ao realizar um teste de QI, foi constatado que Joe Bauer era a pessoa mais inteligente viva, assim sendo, ele foi convidado para a Casa Branca e empossado como Secretário de Estado pelo Presidente Camacho.

President Dwayne Elizondo Mountain Dew Herbert Camacho (Terry Crews).

Sua tarefa era resolver, dentro de uma semana, a escassez de alimentos do país e descobrir as causas do Dust Bowl, um fenômeno climático causador de tempestades de areia. O desastre natural estava afetando e paralisando economia e ninguém tinha a capacidade mental de resolver esse problema.

Gabinete de governo.

Problematização Sistemática

As irrigações de eletrólitos nas plantações eram a razão pelo qual a escassez de alimento era tão grande. Sabendo disso, Joe substituiu imediatamente a bebida energética por água potável.

Como consequência, as ações da empresa foram para o buraco e milhares de pessoas foram despedidas. A população se revoltou e ele foi enviado para o corredor da morte considerado um traidor da pátria, pois havia criado outro problema social, o desemprego em massa.

Rita, uma prostituta do passado que também ficou congelada e acordou após 500 anos, ao mesmo tempo que ele, o defendeu e apresentou provas que o inocentaram.

Perdoado e conhecido por todos por resolver o problema da fome, se foi eleito o novo presidente dos Estados Unidos. Casado ao lado de Rita, ambos tiveram uma porrada de filhos e viveram felizes para sempre.

Posse do novo presidente dos Estados Unidos da América.

Critica Social Foda!

O Presidente Camacho pode ser considerado uma profecia nas eleições americanas de 2016.

Ele e Donald Trump possuem discursos populistas parecidos, ambos utilizam o tom agressivo em seus pronunciamentos e conversa com um público mais pobre e da classe operária.

Seus comportamentos costumam ser mais infantis e suas relações sexuais com atrizes pornô e prostitutas são famosas publicamente.

Os dois, não ligam para o meio ambiente, são defensores 2ª Emenda da Constituição e da NRA, colocam as corporações americanas em primeiro lugar e a qualquer custo.

Durante as eleições americanas, o canal do Youtube Funny or Die lançou uma coletânea de vídeos mostrando as propostas do Presidente Camacho para um possível reeleição, todas muito parecidas com as do Trump.

Comitiva presidencial no estilo ‘Merica Fuck Yeah! e Congresso foi transformado em uma quadra da NBA.

A realidade e a ficção são tão próximas que em alguns protestos contra o presidente norte-americano, é possível identificar cartazes que referenciam o filme.

O próprio diretor do filme já comparou e criticou publicamente o presidente ao citar frases criadas 10 anos antes para o filme. E novamente, criticou a Fox por defender e abraçar um idiota, segundo ele, no poder.

Protesto contra o Trump.

Durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016, foi despejado um produto químico desconhecido na piscina de saltos ornamentais. A coloração da água ficou com uma tonalidade verde estranha e bastante chamativa. A internet não perdoou e vários memes referenciando a bebida do filme foram compartilhados.

Piscina do Parque Aquático Maria Lenk em 2016.

Bebida no Mundo Real

Após o filme criar uma áurea cult e conseguir vários seguidores, a agência Omni Consumer Products Corporation, responsável pelo design e marketing da marca Brawndo dentro do filme, lançou a bebida para ser vendida e consumida de verdade.

Latas de verdade!
A ROFLCon de 2008.

A campanha de marketing do produto, diferente do filme, foi um sucesso! Um site com ecommerce foi lançado e era possível encomendar packs com as latas da marca. Anúncios para revistas e até alguns comerciais bizarros foram produzidos para divulgar o produto real.

Site da Brawndo, atualmente fora do ar.

Dave Dalton e Craig Berscheidt da Hammerspace Workshop desenvolveram e construiram um bebedouro de eletrólitos de verdade com a  marca Brawndo!

Um bebedouro com um interruptor de seleção de apenas um tipo de bebida: o energético Brawndo ou “água de privada”.

Bebedouro de eletrólitos. Mais fotos aqui!